Recital de Taíssa Poliakova Cunha

/ / Programação

9 julho, 21h30, Casa Municipal da Cultura de Seia

Biografia

Taíssa Poliakova Cunha nasceu em Lisboa, iniciando os seus estudos musicais no Conservatório Nacional de Lisboa. Obteve a licenciatura cum Laude no Conservatório Superior de Música de Castilla y León (Salamanca, 2013), onde estudou com Miriam Gómez-Morán e Alberto Rosado. Realizou o Mestrado em Música na Universidade de Aveiro, sob orientação do Professor Fausto Neves, tendo recebido, após a sua conclusão, o prémio de Melhor Aluna do Mestrado em Música desse ano (2017). Estudou ainda, em regime particular, com a renomada professora, da Juilliard School de Nova Iorque, Oxana Yablonskaya, entre 2012 e 2017.

Realizou apresentações pelo continente europeu com recitais solistas e em duo com a violinista portuguesa Matilde Loureiro. Juntas conquistaram o Primeiro Prémio em Música de Câmara no Concurso “Prémio Jovens Músicos” (Lisboa, 2008) e uma Menção de Honra no Concurso “Concertino Praha” (República Checa, 2009). Laureada também em vários concursos de piano, nomeadamente com  o Prémio Especial no 16º Concurso Internacional de Piano Santa Cecília (Portugal, 2014), o 1º lugar e Melhor Interpretação de Obra Portuguesa no 10º Concurso de Piano da Póvoa de Varzim (Portugal, 2015), entre outros. Apresentou-se com a Orquestra Sinfónica de Kiev no 3º Festival de Música “Dinastia” em Kiev, Ucrânia (2014), o que lhe valeu um prémio Vox Populi por votação do público.

Exerceu funções de Pianista Acompanhadora na Universidade de Aveiro, onde, de 2014 a 2017, trabalhou com as classes de Canto, Coro, Cordas, Saxofone e Metais. Trabalhou como Professora de Piano e Pianista Acompanhadora na Escola de Música do Colégio Moderno, em Lisboa (2019-20) e como Pianista Acompanhadora no Instituto Politécnico de Castelo Branco (2020-).

Em 2021, ingressou em 2021 no Doutoramento em Música e Musicologia na Universidade de Évora.

Tem participado em vários festivais, nacionais e internacionais, destacando-se o 1.º Festival Internacional de Piano de Amarante (2015) e o Encontro EPTA de Pianistas e Professores de Piano de Portugal (2017). Viveu durante dois anos no Brasil (2017-2019), onde se apresentou como artista de música de câmara, a solo e com orquestra (com o Maestro Alessandro Sangiorgi e a Orquestra Sinfónica da Universidade Estadual de Londrina, em 2018) em diversas cidades do país, para além de leccionar regularmente em Londrina e Maringá.

Programa

[Géneros d’] O Barroco nos séculos XX e XXI

Jorge Croner de Vasconcelos (1910-1974)
Três Tocatas a Seixas
Vivo
Quasi Allegretto
Allegro

Armando José Fernandes (1906-1983)
Prelúdio e Fuga

Alejandro Erlich Oliva (1984-)
Três Danzas Argentinas
Chacarera con Preludio
Zamba de muy lejos
Cuenca Cabo de Vila

Ernesto Halffter (1905-1989)
Três Danças do Ballet Sonatina
Danza de la Pastora
Danza de las Doncellas – Fandango
Danza de la Gitana

Fernando Lopes-Graça (1906-1994)
Sonata n.º 2
Allegro Giusto. Meno Mosso. Tempo I
Andante Piu Mosso. Tempo I
Allegro Non Tanto. Allegretto Capricioso e con
Umore. Tempo Giusto. Molto Ritenuto. Tempo
I. Animato non Troppo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.